Mudando-se para a Suíça: Guia para estrangeiros

TransferWise content team
28.02.18
4 minute read

Essa belíssima região de lagos e montanhas pertence a um dos países mais ricos da Europa. A qualidade de vida é incrivelmente alta - e os salários são igualmente impressionantes. No entanto, o próspero estilo de vida dos suíços tem um custo: a Suíça não faz parte da União Europeia (ou do EEE), e o país pode parecer bastante isolado e monocultural quando comparado aos outros países do leste europeu, mesmo nas regiões urbanas.

Informações básicas sobre a Suíça

  • População: aproximadamente 8,2 milhões
  • Número de imigrantes do Reino Unido: aproximadamente 40.000
  • Cidades mais populares para estrangeiros: Zurique, Genebra e Basileia
  • Moeda: franco suíço
  • Línguas oficiais: alemão, francês, italiano e romanche
  • Principais atividades econômicas: finanças, ciência e tecnologia

Quais vistos e documentos são necessários?

Embora a Suíça não faça parte da UE ou do EEE, o país é membro da Associação Europeia de Livre Comércio (EFTA, em inglês) e do espaço Schengen. Isso significa que os cidadãos da UE têm o direito de viajar livremente para a Suíça. Os cidadãos da UE também podem viver e trabalhar no país, mas precisam ser registrados para trabalhar e solicitar uma permissão de residência, se forem permanecer por mais de três meses.

O custo de vida

A Suíça tem reputação de ser cara. O país tem um dos mais altos custos de vida do mundo e um dos três maiores da Europa, juntamente com Islândia e Noruega. Para saber maiores detalhes sobre o custo de vida, confira o site de estatísticas Numbeo.

Preparando suas finanças

Infelizmente, aquelas famosas contas secretas na Suíça tão lembradas em romances policiais são apenas isso: ficção. A realidade é bem mais entediante e, assim como no Reino Unido, você precisará comprovar a sua identidade. Alguns bancos também exigem um contrato de trabalho para abrir uma conta corrente suíça básica para você.

Além disso, é bom ficar atento, pois coisas que são gratuitas no Reino Unido, como contas corrente e cartões de crédito, às vezes incluem taxas mensais ou anuais na Suíça. Quando você abrir sua conta suíça, cadastre-se na TransferWise para movimentar dinheiro entre suas contas britânicas e suíças sem ter que pagar taxas bancárias abusivas.

Buscar e conseguir trabalho

A boa notícia é que a taxa de desemprego na Suíça é uma das mais baixas do mundo, em torno de 3%. A má notícia é que os cidadãos não suíços representam 50% desses 3%. Os suíços costumam ter alto grau de escolaridade e treinamento - a competição por empregos é dura. No entanto, quando conseguir seu emprego, os benefícios serão excelentes, com um mínimo de quatro semanas de férias por ano. Os maiores empregadores de estrangeiros e falantes de inglês são as empresas multinacionais sediadas na Suíça, que incluem Nestle, Zurich Insurance e Credit Suisse.

As organizações internacionais com base em Genebra, como as Nações Unidas, a Organização Mundial do Comércio e a Cruz Vermelha Internacional também empregam muitos estrangeiros. Falar alemão em Zurique ou francês em Genebra lhe dará uma grande vantagem quando se candidatar a um emprego, mesmo em vagas para falantes de inglês. Envie o seu currículo e procure empregos na EURES, o portal europeu de mobilidade profissional.

Encontrar um lugar para morar

Como seus vizinhos na Alemanha, os suíços são mais propensos a alugar um apartamento do que comprar, com cerca de 60% da população vivendo de aluguel (e esse número aumenta consideravelmente nas cidades). Isso significa que o mercado de locação é altamente competitivo e muito difícil de entrar. Some isso ao fato de ser um dos aluguéis mais caros do mundo (aluguéis em Genebra são tão caros quanto em Nova Iorque) e você já pode imaginar o pesadelo que é conseguir um teto para morar.

É comum pagar um adiantamento de três meses por um apartamento. Além disso, quando você se interessar por um apartamento, terá que apresentar uma solicitação, histórico de bom pagador e comprovação salarial. A menos que você seja muito sortudo, terá que brigar com outros caçadores de apartamento, então é preciso mostrar ao seu futuro senhorio que você é o inquilino perfeito. Usar uma agência imobiliária é um modo de contornar isso - mas eles provavelmente cobrarão dois meses de aluguel pelo serviço.

Educação e escolas

As escolas suíças são, sem nenhuma surpresa, excelentes. Se você está se mudando com a sua família para a Suíça, então as crianças em idade escolar geralmente serão matriculadas na escola perto de onde você mora. O horário escolar é normalmente das 8h às 12h e das 14h às 16h, com as tardes de quarta-feira livres para atividades extracurriculares.

Sistema de saúde

A Suíça tem assistência médica universal, com seguro de saúde obrigatório. A população é obrigada a pagar pela cobertura médica básica (sem fins lucrativos para a seguradora). As seguradoras são obrigadas a atender a todos, independentemente de idade ou condição médica preexistente. Para um adulto maior de 26, custa aproximadamente 400 CHF por mês. A assistência médica suíça é de muito alto nível e a equipe médica geralmente saberá falar inglês, se necessário.

Outros recursos úteis para estrangeiros na Suíça

Antes de se mudar para o exterior, confira o nosso guia prático de mudanças para você se lembrar de tudo o que precisa fazer para estar preparado.

TransferWise is the smart, new way to send money abroad.

Find out more

Tips, news and updates for your location