O que é e-wallet e como usar? Entenda tudo

Fernando Figueiredo
28.04.20
Leitura de 7 minutos

Comprar ou fazer pagamentos pelo smartphone é uma prática cada vez mais comum porque certamente facilita e traz comodidade ao dia a dia das pessoas. No entanto, essas atividades rotineiras podem ser ainda mais eficientes quando você utiliza uma carteira digital.

Neste artigo, você vai entender qual o significado de e-wallet, sua origem e como e onde usar uma carteira digital. Também vai descobrir como usar seu dinheiro no exterior de forma econômica com a plataforma online TransferWise

Economize seu dinheiro: use a TransferWise

O que é e-wallet?

Embora sejam bastante populares em vários aplicativos de pagamento e sistemas bancários, ainda não é todo mundo que sabe o que é e-wallet. De uma forma simples, podemos dizer que ela é uma carteira digital que guarda as informações bancárias, dinheiro depositado, transações financeiras e senhas do usuário. Esse recurso é desenvolvido com base em um software de armazenamento de dados.

Ou seja, uma digital wallet funciona como uma carteira tradicional, com dinheiro e cartões. A diferença é que ela está no formato eletrônico e armazenada no smartphone.

Algumas digital wallets estão conectadas a vários sistemas de pagamento móvel. Dessa forma, os usuários tem a comodidade e rapidez de fazer compras online e pagamentos pelo próprio smartphone. Outras versões também permitem o armazenamento de cupons digitais, cartões fidelidades e senhas.

Como funcionam as e-wallet?

A e-wallet é uma alternativa segura e prática para armazenar senhas e outras informações da sua conta bancária. Em algumas versões, ela funciona como um cartão pré-pago, no qual você pode inserir crédito e efetuar pagamentos.

Para adicionar fundos na carteira digital, basta pagar um boleto direcionado a e-wallet ou fazer uma transferência bancária. Com o saldo, o usuário pode fazer recargas de celular, efetuar pagamentos, recarregar cartões de transporte e até enviar dinheiro para outras pessoas.

Para efetuar pagamentos com a e-wallet em compras virtuais, o usuário é redirecionado para a digital wallet para cumprir as etapas de autenticação. Outra opção é ler o código Qr Code pelo smartphone para comprovar a compra.

Além de ser usada para pagamentos em geral, a e-wallet também permite que os usuários recebam remessas de amigos ou familiares em outros países, com a vantagem que não é obrigatório ter uma conta bancária vinculada.

Conheça a conta multimoeda da TransferWise

Ewallet: como surgiu?

Embora as primeiras e-wallets tenham surgido na década de 1990, foi apenas em 2011, com o lançamento do Google Wallet, que as carteiras digitais ganharam destaque mundial. Na época, esse recurso do Google permitia a realização de pagamentos, resgate de cupons e pontos de fidelidade em um aplicativo no smartphone.

E na busca por trazer mais comodidade, praticidade e economia para as pessoas, as e-wallets também têm acompanhado o desenvolvimento da tecnologia mobile e outros recursos tecnológicos. Tanto é que, atualmente, é possível encontrar versões de carteiras digitais nos mais diversos segmentos como e-commerces, transportes, delivery e investimentos.

Ademais, os novos modelos de carteiras digitais são equipados com recursos modernos como Qr Code, biometria e dados criptografados, que não apenas facilitam o acesso, mas o tornam as operações muito seguras.

Onde é possível usar a e-wallet?

Como qualquer nova tecnologia, muitas pessoas podem não saber exatamente como usar a wallet no dia a dia. E certamente uma das principais vantagens das carteiras digitais é a sua praticidade, ou seja, é possível utilizá-la em diversas situações rotineiras.

Em loja física. Com o avanço das digital wallet, em alguns estabelecimentos comerciais que possuem a tecnologia NFC (NEar Field Comunication) já é possível utilizar a e-wallet como uma espécie de cartão físico para fazer compras. Você também pode usar a e-wallet para pagar as despesas de transporte por meio do aplicativo do Uber: no Uber Cash, por exemplo, o usuário pode recarregar seu saldo e viajar com facilidade¹.

Compras online. Atualmente, a forma mais comum de usar a e-wallet é em transações online, como compras pela internet, como é o caso da Amazon ou da chinesa Alipay, transferências bancárias e pagamentos, como acontece com a American Express e o famoso serviço de pagamentos e transferências PayPal ou PagSeguro. Nesse caso, o usuário pode adicionar saldo e dados do cartão de crédito para fazer compras nos inúmeros sites parceiros do PayPal.

App stores. Outra maneira popular de usar os créditos da e-wallet é na compra de aplicativos e jogos em Apps Stores do Google e da Apple, por exemplo. Também há versões de carteiras digitais que permitem armazenar cartões fidelidade, bilhetes de transporte, cupons de lojas e outros recursos úteis. No Google Pay, é possível salvar todos os dados pessoais e bancários na conta do Google para fazer compras de qualquer produto da marca.

Criptomoedas. Para os investidores, existem carteiras digitais específicas para armazenar e gastar criptomoedas com praticidade. Esses modelos conseguem guardar as chaves das bitcoins com segurança, pois os dados são criptografados na carteira.

Digital wallet: tendências

Em busca de praticidade, rapidez e comodidade, o número de pessoas que usam as carteiras digitais tem crescido rapidamente. E certamente essa é uma tendência que veio para ficar. Por isso, para atender a demanda crescente de usuários das e-wallets que desejam fazer compras, pagamentos e transferências online, as empresas têm investido pesado no desenvolvimento de novas tecnologias digitais.

Mas, além de ser útil, o recurso se destaca por oferecer vantagens como:

  • Agilidade: economia de tempo na hora de fazer transações financeiras online;
  • Segurança: os cartões e dados são armazenados em ambientes criptografados e com senhas. Além disso, reduz a necessidade de levar dinheiro e cartões de crédito para diversos estabelecimentos
  • Conveniência: permite realizar operações online pelo smartphone, sem precisar sair de casa
  • Economia: os custos operacionais para os empresários é mais baixo e essa economia é repassada para os clientes

De acordo com pesquisa realizada pela holandesa Adyen², parceira das gigantes Google Pay, Apple Pay e Samsung Pay, no Brasil quase 40% das operações financeiras foram realizadas pelo celular, sendo que o uso das e-wallets registrou um crescimento de 65% nos primeiros três meses de 2019.

E a tendência para os próximos anos é que esse crescimento continue de forma consistente. Para facilitar o dia a dia dos clientes, desde 2016 empresas como a American Express, Android Pay, Google, Amazon e entre outras, têm lançado versões de e-wallets modernas e úteis, confirmando que o uso das carteiras digitais veio para ficar.

Para se ter ideia, segundo levantamento do Google Surveys³, das 150 milhões de buscas no Google feitas mensalmente pelo setor financeiro no Brasil, 4 milhões são sobre as carteiras digitais, um crescimento de 37% em um ano.

Crypto-wallet: o que é?

A crypto-wallet é uma carteira digital utilizada para enviar, receber e armazenar criptomoedas. Ela é bastante utilizada por usuários que investem no mercado de bitcoins.

Esse tipo de e-wallet utiliza a tecnologia blockchain para armazenar as informações das transações realizadas por criptomoedas. Nas carteiras digitais de criptomoeda é possível enviar e mandar Bitcoins e outros tipos de criptomoedas, como o Ripple ou a Ethereum, por exemplo. Em algumas versões, o usuário pode fazer a conversão de moedas na carteira.

Em geral, as crypto-wallets podem ser acessadas pelo computador ou smartphone do usuário. Através dela, você tem acesso rápido as chaves criptográficas que garantem a posse do dinheiro virtual.

Como essas carteiras são específicas para armazenar moedas digitais, elas não podem ser usadas em empresas que não operam com criptomoedas, como é o caso da TransferWise.

Como usar seu dinheiro no exterior de forma barata

O avanço da tecnologia e a criação de novas plataformas financeiras permitiu não apenas o aumento da praticidade e segurança para fazer saques e pagamentos, como também trouxe soluções mais econômicas para usar o seu dinheiro fora do Brasil.

Uma das opções disponíveis no mercado é a TransferWise. A plataforma online oferece alternativas práticas, seguras e econômicas para quem precisa de dinheiro no exterior, ou para receber transferências internacionais em uma conta brasileira. Confira abaixo os serviços prestados pela fintech financeira:

Conta multimoeda da TransferWise

Sabia que é possível abrir uma conta multimoeda gratuita na TransferWisei? Pois é. Com a conta Borderless, você pode solicitar o cartão de débito Mastercard TransferWise.

Para isso, é necessário possuir endereço nos Estados Unidos, Reino Unido, a maioria dos países da zona do Euro, Suíça, Austrália, Nova Zelândia ou Singapura. Com a conta multimoeda, você pode ter os seguintes benefícios (de forma gratuita):

  • Dados bancários internacionais em euro, dólar, libra, dólar australiano, dólar neozelandês e zloty da Polônia, sem pagar taxas para receber nessas moedas. Assim, pode receber transferências nessas moedas
  • Guardar e gastar o dinheiro em mais de 50 moedas dentro de uma mesma conta para evitar variações cambiais
  • Câmbio comercial: caso precise converter diferentes moedas, ela será feita com o câmbio médio do mercado, sem custo sobre o valor da cotação. Será cobrada apenas uma pequena taxa de conversão, mostrada antecipadamente
  • Saques gratuitos até US$200 por mês

Transferência internacional de dinheiro

No entanto, mesmo que você não tenha endereço em um dos países citados acima, mas conhece alguém que more no exterior, ainda é possível economizar ao utilizar o serviço de transferência internacional da TransferWise.

Para isso, basta fazer cadastro gratuito na plataforma online e, em poucos minutos, já pode enviar remessas de dinheiro do Brasil para mais de 70 países.

O processo é prático, seguro e econômico, já que a TransferWise cobra apenas uma pequena tarifa de envio, com o IOF incluído, e faz a conversão das moedas com a taxa de câmbio média do mercado, sem margem de custo em cima.

Conheça a conta multimoeda da TransferWise


Fontes:

  1. Uber: como funciona
  2. Estadão: estudo Adyen sobre carteiras digitais
  3. Levantamento Google Surveys

Esta publicação foi redigida com o intuito de fornecer informações gerais, sem a pretensão de abranger todos os aspetos do tema em questão. Ela não se destina a fornecer orientação financeira. Você deverá procurar aconselhamento profissional e/ou especializado antes de tomar qualquer ação baseada no conteúdo deste artigo. A informação da publicação não constitui parecer legal, fiscal ou de qualquer outra índole profissional por parte da TransferWise Ltda e seus parceiros. Resultados anteriores não garantem efeitos similares no futuro. Não garantimos de forma explícita ou implícita que o conteúdo da publicação esteja preciso, completo ou atualizado.

TransferWise é o jeito novo e inteligente de enviar dinheiro para o exterior.

Saiba mais

Dicas, novidades e atualizações para a sua região