IOF em remessa ao exterior: entenda tudo

TransferWise
16.05.19
Leitura de 5 minutos

Uma das preocupações mais comuns na vida de quem viaja para fora do país diz respeito à forma de levar seu dinheiro para o exterior. Sejam viagens por prazos curtos ou por tempo maior, a conversão de moedas é tema central na hora de ir a outro país.

No artigo a seguir, compreenda um pouco mais as porcentagens do IOF, como são cobradas e quais os seus valores.

Quanto é o IOF em remessa para o exterior?

O Imposto sobre Operações Financeiras é um tributo pago pelas pessoas físicas e jurídicas à União. Sua incidência é obrigatória nas operações cambiais, mas as alíquotas variam conforme o tipo de operação realizada.

Para enviar uma transferência internacional para a conta de outra pessoa no exterior, o IOF é de 0,38% do valor a enviar. Já se a transferência for enviada para conta de mesma titularidade, o IOF é de 1,1%. Esses valores servem tanto para Pessoa Física como Pessoa Jurídica.

Motivo de haver IOF

A importância do imposto está, além das receitas, no controle, pelo Governo Federal, da oferta e demanda de crédito e demais operações financeiras dentro do território nacional. A diferença entre as porcentagens é explicada, muitas vezes, pela necessidade de estimular ou desestimular determinadas transações. Se, por exemplo, o Governo estiver interessado em diminuir as ocorrências de saques fora do país, pode aumentar a alíquota do IOF para saque no exterior e assim desestimular a sua ocorrência. Por outro lado, se entender que existe a necessidade de estimular a venda de moedas estrangeiras, pode diminuir o IOF nesta operação, e assim por diante.

Quanto custa remessa ao exterior?

Para além do IOF, existem outros custos envolvidos ao enviar transferência internacional. Observe a tabela seguinte, com uma transferência de R$1.000 do Brasil para conta de outra pessoa na Europa, e compare os preços de vários operadores:

Provedor Tarifa Taxa de câmbio Total pago Total recebido pelo beneficiário
BancosBancos Entre R$50 (reais) e US$100 (dólares) Margem acrescida ao câmbio comercial R$1.000 + tarifa variável conforme o banco + IOF de 0,38% + margem no câmbio + taxa Swift Variável conforme o banco
MoneyGramMoneyGram US$30 dólares Margem acrescida ao câmbio comercial (possibilidade de dupla conversão) R$1.000 (pagos em dólares) + US$30 (dólares) + IOF de 0,38% + margem no câmbio 215,55€
Western UnionWestern Union R$30 reais Margem acrescida ao câmbio comercial R$1.000 + R$30 + IOF de 0,38% + margem no câmbio 216,52€
TransferWiseTransferWise R$18,94 reais (IOF de 0,38% incluso) Câmbio comercial, sem margem acrescida R$1.000 (tarifa e IOF inclusos) 218,61€
  • Os valores foram consultados no dia 16 de maio de 2019. O IOF da TransferWise já incluso no dinheiro que você envia
  • A MoneyGram só trabalha com a remessa de dólares americanos. Por isso, caso o destino final possua moeda diferente, serão necessárias duas conversões (real-dólar e dólar-moeda final)
  • O envio de dinheiro pela Western Union e pela MoneyGram implicam ida em agência física

Transferência internacional: vantagens de enviar o dinheiro

As vantagens de enviar dinheiro para o exterior são, principalmente, três:

  • Preço: a alíquota do IOF cobrada sobre transferências internacionais é de 0,38%, enquanto a dos cartões de crédito é de 6,38%. Obviamente, mais custos devem ser considerados (como a tarifa cobrada pelo serviço), mas a diferença do valor do tributo costuma ser refletida no preço final
  • Segurança: ao viajar para o exterior, é comum que seja necessário levar uma quantia elevada de dinheiro. Por conta disso, a transferência internacional acaba proporcionando mais segurança do que haveria ao se levar dinheiro físico consigo
  • Comodidade: com o avanço das tecnologias, há plataformas que permitem fazer todo o processo de transferência pela internet, sem necessidade de sair de casa - é o caso da TransferWise

Alíquotas do IOF para ter seu dinheiro no exterior

Tendo em vista a incidência obrigatória do IOF e considerando as formas de levar seu dinheiro para fora do Brasil, analise a tabela a seguir e compare os respectivos custos:

Operação IOF
Compra de dinheiro em espécie 1,1% sobre o valor da operação
Compra de moeda em cheque viagem 0,38% sobre o valor comprado
Cartão de crédito 6,38% sobre o valor da compra
Cartão pré-pago 6,39% sobre o valor carregado
Transferência internacional (para conta de titularidade própria) 1,1% sobre o valor transferido
Transferência internacional (para conta de terceiros) 0,38% sobre o valor transferido

TransferWise: envie dinheiro de forma barata e segura

O preço da TransferWise é um fator atrativo. A empresa, ao trabalhar com parceiros locais, diminui os custos das transferências internacionais. O procedimento funciona da seguinte forma:

  1. O valor pago pelo remetente é transferido, dentro do país e na moeda de origem, para um correspondente local
  2. Esse correspondente local irá realizar a conversão, com base no câmbio comercial, e informar ao correspondente do destino o valor convertido
  3. No país de destino, o correspondente local se encarregará de realizar uma segunda transferência simples, depositando o dinheiro na conta do beneficiário

Desta forma, além da praticidade do recebimento (já que o beneficiário não precisa realizar nenhum procedimento e sequer sair de casa), garante-se um câmbio justo e mais baixo que os demais prestadores do mesmo serviço.

Como fazer a transferência: passo a passo

Por fim, é importante ressaltar que enviar dinheiro para fora do Brasil pela TransferWise é feito de forma simples. Você precisará:

  1. Realizar o cadastro no site ou aplicativo
  2. Informar o valor que deseja enviar
  3. Conferir a forma de envio e os custos da operação
  4. Indicar os dados do beneficiário
  5. Realizar o pagamento

E pronto, não precisa fazer nada. O dinheiro normalmente chega no destino em algumas horas, sendo que em alguns casos o prazo pode ir até 1-3 dias. Você e o beneficiário receberão atualizações sobre o estado da transferência.

No Brasil, a TransferWise trabalha com MS Bank e Banco Rendimento. Os parceiros locais da empresa estão devidamente autorizados a trabalhar com câmbio, e toda a atividade financeira, como o pagamento do IOF em remessa internacional, é reportada ao Banco Central. Todos os dados fornecidos à TransferWise são tratados de forma criptografada.


Esta publicação foi redigida com o intuito de fornecer informações gerais, sem a pretensão de abranger todos os aspetos do tema em questão. Ela não se destina a fornecer orientação financeira. Você deverá procurar aconselhamento profissional e/ou especializado antes de tomar qualquer ação baseada no conteúdo deste artigo. A informação da publicação não constitui parecer legal, fiscal ou de qualquer outra índole profissional por parte da TransferWise Ltda e seus parceiros. Resultados anteriores não garantem efeitos similares no futuro. Não garantimos de forma explícita ou implícita que o conteúdo da publicação esteja preciso, completo ou atualizado.

TransferWise é o jeito novo e inteligente de enviar dinheiro para o exterior.

Saiba mais

Dicas, novidades e atualizações para a sua região