5 dicas para brasileiros indo estudar fora

TransferWise content team
31.07.18
Leitura de 4 minutos

Você sempre sonhou em morar fora. Talvez planejou tudo com antecedência, ou decidiu em cima da hora que estava na hora de viver uma nova experiência. O que importa é que você está deixando o Brasil por um tempo e o coração está começando a bater mais forte com o grande dia se aproximando.

Sabemos que você deve estar cheio de coisas para resolver antes de ir, e por isso montamos um rápido guia com 5 dicas para te ajudar a acalmar os nervos. Continue lendo e confira!


1. Agende bate-papos informais

Existem mil motivos que nos levam a estudar fora, como aprender ou aprimorar uma nova língua, fazer um intercâmbio, faculdade, um mestrado... e por aí vai. Independente do tipo de curso e do tempo que você vai passar fora, se preparar antes da viagem é essencial. A melhor maneira de alinhar as suas expectativas com a realidade que você vai viver é conversar com pessoas que já estão estudando fora. A maioria das escolas, faculdades e programas de intercâmbio podem te colocar em contato com pessoas que passaram ou estão passando pelo mesmo processo que você. Faça uma lista de perguntas e agende conversas por Skype, FaceTime ou telefone. Tente evitar email, já que em conversas você sempre consegue mais informações do que quando alguém responde a um email.

Você obviamente vai querer fazer perguntas sobre o programa em questão, mas também tire dúvidas sobre o dia-a-dia da pessoa, onde ela mora, o que faz no tempo livre e se ela teve facilidade de se “enturmar”. Quem sabe você já não faz uma primeira amizade! Essas conversas são muito válidas e vão te deixar mais confiante antes de viajar.

2. Se organize com antecedência

Sabemos que não todo mundo gosta de planejar coisas com mil anos de antecedência. Mas ir estudar - e morar fora - requer organização e planejamento, e o quanto antes você começar, melhor. Vamos assumir que você já decidiu para onde vai, e que está ciente de toda a documentação necessária para fazer a sua viagem acontecer. Processos de visto e documentação que precisa ser enviada para instituições requerem tempo, e devem ser tratados com prioridade. Você muito provavelmente vai ter que levar documentos originais com você, mas sugerimos manter cópias de tudo em um lugar seguro, de preferência digital que você consiga acessar pelo celular.

Uma vez que está tudo certo, se certifique que você está levando os documentos certos com você, principalmente no dia da viagem, já que muitas vezes os mesmos precisam ser apresentados para oficiais de alfândega e imigração.

3. Não, seus amigos não vão esquecer de você

Tudo que você tem feito ultimamente é organizar despedidas? E as vezes, quando você está com seus amigos, eles começam a falar de algo que vão fazer juntos quando você já vai ter ido viajar, e isso te deixa triste. Fique tranquilo, ninguém vai esquecer de você. Amigos de verdade vão reclamar que você está indo embora, mas ao mesmo tempo estão morrendo de orgulho de você. Ah, e pode ir organizando o seu calendário de visitas.

Querendo ou não, você vai continuar próximo ao Brasil e das pessoas mais importantes. Não precisamos nem falar que com WhatsApp, redes sociais e ligações gratuitas, manter contato com família e amigos só depende da sua nova agenda lotada! Fora isso, sempre é possível achar um cantinho brasileiro no mundo, seja em uma lojinha que vende pão de queijo e requeijão, um restaurante que serve uma feijoada (quase) tão boa quanto a de casa, ou aquele “boteco” cheio de brasileiros que se encontram para um samba de domingo. Mesmo não curtindo samba, saber que essas coisas existem também fora do Brasil já ajuda a matar um pouco a saudade de casa, quando ela aparecer.

4. Economize na hora de enviar e receber dinheiro

Assim que se mudar, muito provavelmente você vai abrir uma conta bancária local para também poder receber dinheiro do Brasil para pagar seu custo de vida e curso.

Esse dinheiro é fundamental especialmente no início de uma mudança ao exterior, e sabemos que cada centavo conta quando fazemos um investimento tão alto em algo. Cecília, uma brasileira que foi fazer um mestrado nos EUA, ficou sabendo da TransferWise por amigos que conheceu no seu curso. Hoje, ela economiza tempo e dinheiro quando recebe e envia dinheiro internacionalmente.

“Fiquei sabendo da TransferWise depois de conversar com amigos que moram aqui nos EUA. Agora sei qual é a maneira mais simples e justa de receber e enviar dinheiro do Brasil. Nunca mais usei o meu banco para transferir reais do Brasil para cá!” - Cecília, cliente TransferWise que está fazendo um mestrado em Nova York.


Em transferências internacionais, bancos e casas de câmbio muitas vezes cobram uma alta taxa e oferecem um câmbio com o qual eles lucram e você perde - um câmbio que eles definem. Já a TransferWise oferece o câmbio verdadeiro, também conhecido como câmbio comercial, o mesmo que você vê no Google. Por exemplo, para enviar R$ 5000 aos Estados Unidos, você paga uma taxa de somente R$ 7 e 2.42% de comissão. Simples, justo e transparente. Então antes de perder dinheiro em transferências internacionais que vai ser necessário na sua nova vida como estudante fora do Brasil, use a maneira inteligente.

5. Aproveite uma experiencia única

Você provavelmente já sabe disso...mas a oportunidade de ir estudar fora é muito especial e deve ser aproveitada ao máximo. É uma experiência que abre muitas portas, e te ensina muito mais do que o que você vai aprender em sala de aula. Sim, você vai passar por situações difíceis, vai sentir saudades dos amigos, da família e da melhor comida do mundo (oi mães!). Mas ao mesmo tempo você vai conhecer pessoas do mundo inteiro, aprender sobre novas culturas, culinárias e costumes. Aproveite cada segundo para colecionar aprendizados e experiências que você vai levar para a vida inteira.

TransferWise é o jeito novo e inteligente de enviar dinheiro para o exterior.

Saiba mais

Dicas, novidades e atualizações para a sua região